A importância e efeitos dos "Katholikenversammlungen, Congressos Católicos"

Cultura Artigos 16 Abril / 2018 Segunda-feira por Ovídio Hillebrand

ERINNERUNGEN
An die ersten Hauptversammlungen der deutschen Katholiken in
Rio Grande do Sul - 25 - 27 März 1898.

1898 ! Há 74 anos, imigrantes alemães haviam chegado ao Rio Grande do Sul a convite do Imperador Dom Pedro I e sua consorte Imperatriz Dona Leopoldina, para promoverem o progresso aqui no sul do Brasil. Muitas coisas aconteceram nestes ¾ de século! Os que nasceram naqueles primeiros anos já eram idosos; os adultos eram experientes e forjados por uma vida de sacrifícios. Líderes se juntaram e pensaram no futuro dos netos e da pátria brasileira. O povo tinha de ser unido em "Vereine", associações, como seus antepassados tinham na Europa. Os padres jesuítas, eram de uma vasta cultura religiosa e científica; conclamaram um encontro estadual na localidade de Harmonia. Foi um congresso no estilo da Alemanha, onde em Mainz, há 52 anos se realisou o primeiro, com o nome "Versammlung für die Deutschen Katholiken; o daqui, Assembleia para os católicos alemães do Rio Grande do Sul. Era um programa de três dias, muito bem organizado para receber agricultores de perto e de longe, com estadia. Eram dadas palestras técnicas para todas as atividades numa colônia agrícola, incluindo vida social, cultural, escolar e de lazer. O fato mais marcante foi a fundação do "Lehrerverein", a Associação dos Professores. Isto significa que havia professores cultos com visão da necessidade de investir em educação; paralelamente criaram o "Lehrerzeitung", jornal do professor,para difundir a cultura através desde meio de comunicação entre as comunidades. Vale logo mencionar que, no ano seguinte, 1899, num congresso destes, em Feliz, foi fundado outro "Verein", o "Bauernverein", Associação de Agricultores, que se tornou tremendamente importante para o desenvolvimento dos dois estados do sul. Só dois anos após, em 1902, os
agricultores reunidos em associações e dirigidos por uma equipe de sábios professores, padres, pastores, jornalistas, editores de jornais, médicos e empresários ligados e preocupados com a formação cultural dos agricultores, este "Bauernverein" fundou a Colônia Serro Azul na região das antigas Missões Jesuítas Guaranis.
Este impulso social, cultural e profissional sacudiu esta geração em todo estado. Em 1912, em Venâncio Aires, o "Bauernverein", foi modificado para "Volksverein", Associação Popular; neste congresso, liderado pelo Padre Jersuíta Theodor Amstad foi criado o almanaque "Familienfreund Kalender", "Amigo da Família", e a revista mensal "Sankt Paulusblatt"; foi o foco para o desenvolvimento cultural e técnico prático, principalmente da população rural. E o embalo cultural não parou; como já tinha o Lehrerverein e o Lehrerzeitung, faltou ainda uma Escola de Formação de Professores; isto aconteceu, em Arroio do Meio, em 1923, com a criação do "Lehrerseminar"; mais tarde esta foi transferida para Hamburgo Velho - Novo Hamburgo.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes