Turismo Informação Hotéis e Tarifas Atividades Passeios
Reserve online
 Destino: Período: a    Quartos: Pessoas:
Receba ofertas exclusivas

Você irá receber nossas ofertas de
hotéis, passeios, transfers e muito mais!
GramadoSite.com




Temperatura
em Gramado:
15°C


  Google   Orkut   YouTube   twitter gramado

Guia de Gramado RS - Serra Gaúcha - Brasil

Gramado RS - Serra Gaúcha

Texto publicado em 16/07/2006* - 00:20, domingo.por oficinadashortensias
*Atenção: você está lendo CONTEÚDO DE ARQUIVO. Publicado há mais de 8 anos!
Entendendo a Arte: A arte em nossa vida e suas funções
O que é arte? Como a arte entra na nossa vida? Quem é o artista? Como podemos desenvolver habilidades para apreciar as artes visuais? Quais são os elementos fundamentais na construção da imagem? Como a arte se transformou no decorrer da história? Estas são algumas das indagações que os artigos aqui transcritos do livro “Explicando a Arte” pretende provocar e responder. Comprometo-me a repassar semanalmente um capítulo, e sugiro até que seja impresso para pronta consulta posterior, pois possui uma linguagem acessível e de grande validade didática. (“Explicando a Arte” - de Jô Oliveira e Lucília Garcez- Ediouro).

1- A Arte na nossa vida

Você pode pensar que não conhece arte, que não convive com objetos artísticos, mas estamos todos muito próximos da arte. Nossa vida está cercada dela por todos os lados. Ao acordar pela manhã e olhar o relógio para saber a hora, você tem o primeiro contato do dia com a arte. O relógio, qualquer que seja o seu desenho, passou por um processo de produção que exigiu planejamento visual.
Especialistas estudaram e aplicaram noções de arte. A forma de seu relógio é resultado de uma longa história da imaginação humana e das suas preferências. A cor, a forma, o volume, os materiais que foram escolhidos estão testemunhando o tempo e a transformação do gosto e da técnica. Ao observá-lo, você percebe se é um objeto antigo ou moderno, você reconhece que quem o desenhou preferia formas curvas ou retas, cores discretas ou fortes.

Quem escolhe um relógio para comprar, decide com base em suas preferências pessoais. Alguns preferem os mais elaborados, outros preferem os mais simples. É o gosto pessoal que predomina, e este pode variar infinitamente. Varia porque recebe influências de acordo com a idade, com a época, com o meio social em que a pessoa vive.
Em outros objetos de seu quarto e de seu cotidiano você pode observar a presença da arte: na estampa do seu lençol, no desenho da sua cama, no formato da sua escova de dentes, no desenho da torneira, na xícara, nos talheres, no carro, no formato do telefone. Em todos os objetos há um pouco de arte aplicada.

Este esforço para produzir objetos bonitos, agradáveis ao olhar, atraentes e harmoniosos, está em todas as culturas, em todas as civilizações e em nosso dia-a-dia.

2- A Arte e suas funções:

Andando pelas ruas de nossa cidade, você passa por uma praça e vê uma escultura, em
um prédio vê uma pintura, na igreja vê o mosaico ou o vitral colorido. Se você é observador sensível com certeza gosta de ficar admirando todos os detalhes.
Essas formas, diferentes dos objetos utilitários que usamos no dia-a-dia, tem a função de encantar, de provocar a reflexão e a admiração, de proporcionar prazer e emoção.
Essas sensações são despertadas por um conjunto de elementos: a imaginação do artista, a composição, a cor, a textura, a forma, a harmonia e a qualidade da idéia. Nem todos os objetos artísticos tem uma utilidade prática imediata além de estimular o pensamento, a sensibilidade ou causar prazer estético.

A obras de arte expressam um pensamento, uma visão do mundo e provocam uma forma de inquietação no observador, uma sensação especial, uma vontade de contemplar, uma admiração emocionada ou uma comunicação com a sensibilidade do artista. A este conjunto de sensações chamamos de experiência estética.

Nem sempre esta experiência é ligada unicamente ao prazer, pois às vezes ficamos inquietos, pensativos, emocionados e chocados. "O Grito", 1893, do pintor norueguês Edvard Munch, é um exemplo de arte que causa desespero. Na atualidade, há artistas que procuram provocar o público, causar um choque. O que nos atrai é a sensibilidade do artista, sua imaginação, seu intelecto, sua percepção especial da vida, mesmo quando apresenta aspectos negativos.

O gosto e a sensibilidade de apreciar a arte variam de pessoa para pessoa, de região, de sociedade, de época. Assim, as manifestações artísticas trazem a marca do tempo, do lugar e dos artistas que a criaram, pois refletem esta variação no conceito de beleza e na função do objeto artístico.

Em muitas sociedades a arte é utilizada como forma de homenagear os deuses, ou seja, está ligada a religião. Em outras culturas e épocas, a arte surge unicamente como forma de expressão para quem produz.

O artista pode se manifestar de diversas formas: pelo som, pela linguagem verbal, oral ou escrita, pela imagem visual ou pela linguagem corporal, ou ainda, pela mistura de várias linguagens.

Próximo capítulo: O artista.
Conheça a Serra Gaúcha com a HS
Hs Turismo

Restaurante especializado em Caças
La Caceria Restaurante

FAÇA PARTE DESTA AVENTURA!!!
Alpen Park

Fique Bem! Fique no Centro!
Hotel Glamour da Serra

Sopas para as noites de Gramado
Casa das Sopas

Rodízio de Fondue com música ao vivo!
St. Gallen Restaurant

   
 web_2103184   (1720 dias atrás)
MUITO BOM!!!!! A ARTE É REALMENTE UM FASCÍNIO!!!! ELA ELIMINA O TÉDO E EMBELEZA NOSSA EXIST^NCIA!!!
 web_269266   (1617 dias atrás)
Goosteéy ameéy MAAN' a arte é uma coisa maravilhosa !
 web_3406134   (911 dias atrás)
concordo com vc
 web_3451923   (905 dias atrás)
gosteiiii !
 web_5485731   (681 dias atrás)
GOSTEI MUITO! A LINGUAGEM DESTE TEXTO É BEM ACESSÍVEL...
 web_10197046   (491 dias atrás)
ate que foi bom












Enviar por email         |         Comentar         |         Imprimir

EMBRATUR Nº 23.012908.10.0001-3


RSS - Notícias/Gramado
gramadosite.com.br gramadosite.com.br HOTEL EM GRAMADO RESTAURANTES EM GRAMADO