Dia das Mães: do íntimo à maternidade com luz

Cultura Notícias 10 Maio / 2014 Sabado por Gramadosite

A pesquisadora Maria Alice Schuch diz que toda a mulher é um projeto de vida. Esse é o caminho da segurança, da força e da beleza feminina. Mais que isso, do sucesso. E a maternidade, aonde está nesse contexto?

A mãe, radiante em gerar vida, de dispor de amor e cuidado, por vezes perde o brilho quando o seu projeto pessoal é esquecido ou simplesmente deixado de lado. Isso é comum, perceptível na sociedade e no grupo de estudos que Maria Alice desenvolveu com cem mulheres de Porto Alegre antes de lançar, neste ano, a sua obra “Mulher: aonde vais? Convém?”.

Doze anos de pesquisa especializada no universo feminino confirmaram para a pesquisadora o que todas em seu íntimo já sabem, mas que na prática dificilmente aplicam: convém à mãe se fortalecer no íntimo e realizar todos os seus desejos, ainda que em determinados momentos a frustração, a depressão, as cobranças e as imposições da cultura moderna se tonem um empecilho. Afinal, mães felizes criam filhos felizes.

“Ela pensa, procura, mas não sabe o que fazer. É bela, boa, inteligente, tem tudo e, mesmo assim, às vezes experimenta esta particular insatisfação”, cita Schuch em seu livro. O que falta?

Um vazio que parece estar no DNA do sexo feminino corriqueiramente gera uma sensação de desconforto difícil de resolver e que interfere na rotina da mulher e, logo, da mãe. O que falta, afirma Schuch, é resgatar o projeto de vida, único, que é cada pessoa. “Não é fácil. A individualidade com sucesso e alegria e paz dispensa jogos, ciladas que incluem o ambiente materno”, observa.

Para a relação íntima “mulher x mãe”, Maria Alice Schuch seleciona de seus estudos algumas reflexões necessárias. São elas: situação econômica da “rainha do lar”, devoção aos filhos e ao marido, papel na família.

Se a mulher anda na direção correta em seu projeto pessoal de vida, torna-se feliz, torna-se luz. “Quanto mais claridade, melhor para si e para o conjunto. Somente uma mulher autêntica é capaz de formar pessoas sadias e a ela é dada a intuição”.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes