Turismo Informação Hotéis e Tarifas INGRESSOS Passeios
Reserve online
 Destino: Período: a    Quartos: Pessoas:
Receba ofertas exclusivas

Você irá receber nossas ofertas de
hotéis, passeios, transfers e muito mais!
GramadoSite.com




Temperatura
em Gramado:
12°C


  Google   Orkut   YouTube   twitter gramado

Guia de Gramado RS - Serra Gaúcha - Brasil

Gramado RS - Serra Gaúcha

/ Cultura
David Iasnogrodski
Texto publicado em 04/09/2009* - 09:12, sexta-feira.por David Iasnogrodski
*Atenção: você está lendo CONTEÚDO DE ARQUIVO. Publicado há mais de 4 anos e 11 meses!
5770 – Feliz Ano Novo Judaico
5770 – Feliz Ano Novo Judaico
Estamos em pleno setembro.

Mês das comemorações farroupilhas, mas também é a época das celebrações do ano novo judaico.

Quando aparecer a primeira estrela na noite de 18 de setembro (sexta-feira) e durante os dias 19 e 20 de setembro (Data das comemorações da Revolução Farroupilha), os judeus de todo o mundo e seus descendentes estarão celebrando, junto às sinagogas, a chegada do novo ano judaico. Existem certos métodos e tradições que são básicos na observância do Rosh Hashaná, e assim fazem parte de quase toda a celebração. Os serviços litúrgicos nas sinagogas são mais longos do que os realizados por ocasião da espera do Shabat (sábado). Iniciam nos primeiros horários da manhã e vão até o final da tarde. É utilizado um livro de orações especial, denominado de Machzor.

Estes dias de celebrações não são apenas ocasiões de alegria, mas dias dedicados à orações. O “Rosh Hashaná” é também denominado de “Yom Hazicaron” (Dia da Memória), quando todas as criaturas são julgadas pelo Criador de acordo com seus méritos.

A seriedade e a solenidade que marcam estas comemorações do “Rosh Hashaná” (em hebraico significando cabeça do ano), assumem na vida de cada indivíduo judeu uma expressão muito importante: são os dias temíveis – “Iamim Noraim” em hebraico.

Estes dias decorrem desde a chegada do novo ano até o Dia do Perdão – “Yom Kipur” – neste ano de 2009 inicia no entardecer de 27 de setembro – domingo - com a reza intitulada Kol Nidrei, e durante todo o dia 28 de setembro. Estes dias são considerados de ampla penitência e de grandes orações.

Em contraste com as celebrações do novo ano que caracterizam os diferentes povos, o ano novo judaico é celebrado numa atmosfera de santidade e alegria, marcada pela renovação dos vínculos espirituais entre a alma do homem e Deus. Nas orações, a Paz Universal (Shalom na língua hebraica) faz parte integrante do ritual litúrgico. É um tempo de grandes reflexões a respeito dos erros cometidos, e de decidir perante Deus não repetí-los no próximo ano.

Os pais fazem questão de levar as crianças nas sinagogas para que os mesmos aprendam as tradições judaicas. Normalmente, há traduções do hebraico para o português das orações para aqueles que não são muito familiarizados com o hebraico.

Em Porto Alegre, assim como em todo o Brasil, as sinagogas estarão de portas abertas, para receber integrantes da comunidade judaica e amigos. Nestas comemorações do ano novo (Rosh Hashaná) e do Dia do Perdão (Yom Kipur) soa o toque do “shofar” ( instrumento confeccionado com o chifre de um carneiro), que possui o seguinte significado: “os adormecidos devem despertar e questionar suas ações e arrependimentos” – Maimônides. O shofar é tocado enquanto são realizadas as orações. Existem maneiras específicas de tocar o shofar, normalmente guiados pelo rabino ou guia espirtual. O som do shofar é como de uma trombeta. Serve para agitar a alma de todos os judeus. Serve para acordar o povo judaico para a onipresença de Deus. Serve para receber a piedade divina através da oração e do arrependimento.

Como curiosidade podemos dizer que o ano novo judaico não é comemorado no primeiro mês do ano. Estas comemorações são realizadas no mês de Tishrei – sétimo mês no calendário judaico. Isso pode parecer estranho, pois Rosh Hashaná é comemorado no primeiro e segundo dia de Tishrei. A razão é que na Torá (cinco livros de Moisés) o mês de Nissan é o primeiro do ano, para enfatizar a importância histórica da libertação dos judeus do Egito, que aconteceu no décimo quinto dia daquele mês.

Outra curiosidade: Nos jantares de Rosh Hashaná, onde é reunido a família e amigos da família, para expressar a importância da ocasião, é costume arrumar a mesa do jantar com linho e louças novas. É costume, durante o jantar, mergulhar maçãs no mel, desejando assim “um ano novo e doce”.

De acordo com a tradição, o mundo foi criado em Tishrei, ou seja: Adão e Eva foram criados no primeiro dia do mês de Tishrei, que foi o sexto dia da Criação, e é a partir deste mês que o ciclo anual se inicia. Por esse motivo as celebrações do ano novo judaico são realizadas nesta época.

Geralmente, durante o Rosh Hashaná, os judeus dizem uns aos outros “que você seja inscrito e selado no Livro da Vida”. Para esta festividade, há várias saudações: L’shaná tová tikatevu – significando “possam vocês serem inscritos para um bom ano”. Outra: L’shaná tová tikatevu v’techateimu – significando “ possam vocês serem inscritos e selados para um bom ano”.

O cumprimento mais tradicional entre as pessoas, para estas solenidades, é “Shaná Tová” – significando literalmente Bom Ano, e é o que desejo a todos vocês. Shaná Tová!
Restaurante especializado em Caças
La Caceria Restaurante

Transfers, passeios, tours.
Gramadosite

Ter Estilo é uma Arte
Hotel Casa da Montanha

PASSEIO DE QUADRICICLO NO ALPEN PARK
Alpen Park

Fique Bem! Fique no Centro!
Hotel Glamour da Serra

Cara de Mau Pizzeria
Cara de Mau Pizzeria

   
Enviar por email         |         Comentar         |         Imprimir

EMBRATUR Nº 23.012908.10.0001-3


RSS - Notícias/Gramado
gramadosite.com.br gramadosite.com.br HOTEL EM GRAMADO RESTAURANTES EM GRAMADO