Dunamis Nature Champenoise é destaque na lista dos melhores do Novo Mundo

Economiaenegocios Vitrine 29 Dezembro / 2017 Sexta-feira por Gramadosite

Jorge Lucki um dos mais respeitados especialistas de vinhos no Brasil, apresentou recentemente sua seleção anual com os melhores degustados em 2017. A lista reúne categorias como: Soberano (normalmente disponível nomeado) o melhor degustado do mercado brasileiro e a melhor relação qualidade/preço existente no mercado brasileiro. Jorge Lucki, é comentarista da CBN Brasil, escreve para O Valor Econômico (onde publica a lista dos Melhores Vinhos do Novo Mundo e Revista Prazeres da Mesa.)
A Dunamis Nature Champenoise é destaque na lista dos melhores do Novo Mundo ficou entre os seis apontados na seleção, na categoria Soberano, o que para o diretor comercial da empresa Celso Gromowski, sem dúvida alguma a opinião do Lucki é muito importante para nós pois é um dos profissionais mais renomados do Brasil, e isto nos deixa muito felizes por saber que estamos entregado um produto muito bom ao mercado. Este é o nosso objetivo. Seguiremos melhorando cada vez mais”.
O verdadeiro amante da bebida faz questão de se aprofundar nas curiosidades e conhecimentos em torno do vinho. Se você se encaixa nesse perfil, vale a pena conferir algumas questões que caracterizam o Velho e o Novo Mundo, sob a visão do nosso enólogo Vinicius Cercatto. Sem dúvida, os antigos e os novos amantes da bebida já ouviram falar sobre as diferenças e as características desses dois mundos. Os vinhos do Novo Mundo são originários, principalmente, da Austrália, Estados Unidos, Argentina, Chile, África do Sul e Brasil, e adotam um conceito de “vinhos fáceis” de serem bebidos, por serem descontraídos, corretos e sem muita guarda e barricas. Em seus rótulos são indicados os tipos de uvas, diferente do Velho Mundo - que são os principais países da Europa, como Portugal, Itália, Espanha e França -, onde são destacados na garrafa apenas a região. “Pela legislação europeia não se pode colocar o nome da uva no rótulo. O motivo, sem dúvida, fica por conta da tradição e cultura desses países”, comenta Cercatto. O que mais importa para eles, de fato, é o terroir onde as uvas foram cultivadas, ou seja, o conjunto de características e efeitos de um vinhedo, como solo e clima. Sendo assim, os rótulos do Velho Mundo, geralmente, serão identificados a partir da região onde foram produzidos, e não citando a variedade da uva, como é o caso dos países do Novo Mundo.


Característica da Dunamis Nature Champenoise:
O Espumante Nature Dunamis é elaborado pelo método Chapenoise. Possui borbulhas delicadas e intensas de cor amarelo-palha com reflexões esverdeados. Notas de pão torrado se mesclam em perfeito equilíbrio com os descritores de frutas secas e flores brancas. Apresenta elegância, frescor delicado e suntuosidade. É bastante persistente e intenso.

Teor de Álcool: 12% vol
Variedade: 100% Chardonnay
Açúcar Residual: 2g/l


Prêmios:
Safra 2012 – Medalha de Ouro no Concours Mondial Bruxelles em 2014.

Safra 2012 - Medalha de ouro no concurso do espumante brasileiro 2017.

90 pontos no guia Descorchados 2017, Guia de Vinhos da Argentina, Brasil, Chile e Uruguai.

 
ProdutosLinha Elementos:
Cortes de vinhos jovens, alegres e para serem apreciados em todos os momentos. A linha elementos conserva a qualidade em vinhos e espumantes que preservam a essência descomplicada da Dunamis.

Linha Movimento:
Varietais (aqueles vinhos preparados com um único tipo de uva) redondos e muito bem acabados, que apresentam toda a expressão do terroir da Dunamis em cada uma de suas variedades. Vinhos e espumantes feitos para encantar mesmo os paladares mais exigentes.

Linha Sucos de Uva:
Os sucos de uva Dunamis são produzidos a partir das variedades Bordo e Isabel. Não possuem adição de açúcar, água ou conservantes. Acompanhamento perfeito para qualquer momento, são integrais e 100% naturais.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes