Beleza da vindima compensou percurso duro da Maratona do Vinho 2018

Esportes Notícias 16 Fevereiro / 2018 Sexta-feira por Gramadosite

A prova, ocorrida no domingo de Carnaval (11 de fevereiro), reuniu mais de 800 atletas, divididos nos trajetos dos 42, 21 e cinco quilômetros, entre solos, duplas, quartetos e octetos. Ao final da corrida, os participantes se multiplicavam na afirmação de que não houve moleza (em função principalmente do traçado pontilhado de morros), mas que o cenário, entre os municípios de Garibaldi, Monte Belo do Sul e Bento Gonçalves, não poderia estar mais lindo nesta época de vindima.

No percurso principal, quem menos se distraiu com as belezas foi Cleiton Silveira Casado (FDBK), no masculino, que completou a prova em 2h58min49, e sagrou-se campeão da maratona. Ele foi seguido por Gabriel Picarelli (3h05min55 – Picarelli Assessoria Esportiva) e Tadeu Cendron (3h24min58 - Tangara), vice e terceiro colocado, respectivamente. Já no feminino, a vencedora foi Leticia Miyabara (Urbano Cracco), que cruzou a linha de chegada em 3h59min57. Na sequência, passaram Dayse Miserani (4h13min50), em segundo, e Silvia de Carvalho Tristão (4h21min20), em terceiro.

Mais do que uma prova de corrida, a Maratona do Vinho, chama a atenção dos competidores, em especial aos amadores, por características e detalhes inusitados à maioria dos eventos do gênero. Os vino stop (postos de transição), onde era possível degustar produtos coloniais, e a passagem pelos parreirais prontos para a colheita, nos quais grande parte dos atletas acabou fazendo uma parada para apanhar um cacho de uva, são elementos que encantam.



Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes