43º Festival de Cinema de Gramado de 07 a 15 de agosto de 2015

Noticias Festival De Cinema 17 Julho / 2015 Sexta-feira por Gramadosite

Ao longo de mais de quatro décadas, reflete a história do nosso cinema e testemunha a história cultural do Brasil. Desde o primeiro Kikito, feito ainda em de madeira e entregue em 1973, o Festival se reinventou e resistiu. É dando continuidade a este clima de confiança que Gramado realiza mais uma edição do evento. 
Para João Pedro Till, presidente da Gramadotur, a autarquia municipal realizadora do Festival, estamos todos vivendo um momento difícil do ponto de vista de captação. “Realizadores culturais, como nós da Gramadotur, e as empresas desse país precisam achar um ponto de equilíbrio. As realizadoras sendo criativas ao adaptar seus eventos sem perder qualidade e foco e as empresas ao elegerem os projetos que apoiam com sensibilidade e responsabilidade. Por outro lado, a produção cultural audiovisual do Brasil e da América Latina nos desafia. Só do Rio Grande do Sul tivemos 13 longas inscritos. Temos a obrigação de realizar um Festival à altura. Não podemos recuar”, indica Till.

 
O FESTIVAL
 
A edição 2015 segue o mesmo formato dos últimos anos com mostras competitivas de longas brasileiros e estrangeiros, curtas brasileiros e o Prêmio Assembleia Legislativa – Mostra Gaúcha de Curtas (dias 7 e 8). A grande noite de premiação acontece no dia 15 agosto.

Além das mostras competitivas, uma noite de pré-estreia com apresentação de projetos do programa gramadense Educavídeo e uma programação exclusiva com mostras paralelas, cinema nos bairros, cinema nas escolas, debates, encontros, lançamentos de livros e outras atividades tomam conta do evento.

 
A entrada no Palácio dos Festivais se mantem com valor acessível: 30 reais (com 50% de desconto para estudantes e pessoas acima de 60 anos) nas noites de exibição e 100 reais para a premiação (valor único).

 

CURADORES E COMISSÕES DE SELEÇÃO
 
A curadoria, segue com a argentina Eva Piwowarski e os brasileiros Marcos Santuario e Rubens Ewald Filho. Para essa seleção foram vistos 124 filmes brasileiros e 67 estrangeiros. O resultado desta curadoria se reflete em duas mostras competitivas que apresentam 15 longas-metragens, sendo oito brasileiros e sete estrangeiros. Entre os curtas brasileiros, 15 títulos disputam o Kikito. Para o Prêmio Assembleia Legislativa – Mostra Gaúcha de Curtas, 14 curtas foram selecionados.

 
COMISSÃO DE SELEÇÃO CURTAS BRASILEIROS
Sob a coordenação da jornalista e crítica Ivonete Pinto, a comissão de curtas brasileiros do 43º Festival de Cinema de Gramado foi formada por: Andrea Gloria, produtora; Leonardo Garcia, roteirista; Marcos Petrucelli, jornalista e crítico; Rodrigo Grota, diretor; e Sandra Dani, atriz.

 
COMISSÃO DE SELEÇÃO CURTAS GAÚCHOS
Avaliando a última safra da produção gaúcha de curtas-metragens, a comissão de seleção da categoria teve a coordenação do crítico e pesquisador Leonardo Bomfim. Integraram a comissão: Fatimarlei Lunardelli, jornalista e crítica; Gilka Vargas, diretora de arte e pesquisadora; Gustavo Machado, jornalista; e Pedro Guindani, diretor e roteirista.

 
 
PREMIAÇÃO EM DINHEIRO
 
A premiação em dinheiro segue como um firme compromisso assumido pelo Festival com a classe cinematográfica em 2014. São 280 mil reais distribuídos entre os vencedores das mostras competitivas de longas brasileiros e estrangeiros e curtas brasileiros. A Mostra Gaúcha de Curtas – segue com o apoio da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, que distribui um total de 30 mil reais entre os vencedores.

AVANT PREMIÈRE GRAMADO – PROJETO EDUCAVÍDEO
 
Na noite que antecede a abertura oficial do evento (06/08), o tapete vermelho recebe os alunos do projeto Educavídeo e a comunidade de Gramado. Toda a infraestrutura do Festival já estará aberta a esta iniciativa bem-sucedida que teve início em 2014, do tapete vermelho ao Palácio dos Festivais. O Educavídeo consiste em ações educativas nas escolas da rede pública que visam fazer da linguagem audiovisual um instrumento da educação.

MOSTRA DE LONGAS GAÚCHOS

Em um ano expressivo para o cinema gaúcho (13 títulos foram inscritos para a mostra competitiva de longas brasileiros), seis produções serão exibidas fora de competição na Mostra Gaúcha de Longas, que acontece com sessões à tarde no Palácio dos Festivais.

Os filmes que participam da programação são: “Edmundo”, de Luiz Alberto Cassol; “Errante – Um Filme de Encontros”, de Gustavo Spolidoro; “Filme Sobre Um Bom Fim”, de Boca Migotto; “Nós Duas Descendo a Escada”, de Fabiano de Souza; “Sobre Amanhã”, de Diego de Godoy e Rodrigo Pesavento; e “Tormenta”, de Lucas Costanzi.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes