Destino

Cultura Poesia 17 Novembro / 2017 Sexta-feira por Cassiano Santos Cabral

Na curvatura da vida
O vento acena as folhas
Levadas pelo canto alado
O timbre da voz humana
Ergue o silêncio da paz
Na altura do sonho etéreo
Voam os poetas
Onde o por do sol é visto
No último andar
Da cidade vertical

As ondas crespas dos mares
Conduzem sonhos à vela
O sal nos sustenta
Como tempero salino da vida
E tal como o vento
Com asas de águias
Traçamos o mapa de vida
Andarilhos como pássaros
Acenamos a esperança
Senhora de tanta fé.

Geografia de vôos
Como é difícil escolher as rotas...


Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes