Federasul afirma que RS precisa mais do que Regime de Recuperação Fiscal

Economiaenegocios Artigos 26 Dezembro / 2017 Terca-feira por Gramadosite

Em nota, assinada pela presidente, Simone Leite, a Federasul diz ser a favor do Regime de Recuperação Fiscal, mas que isto não é tudo. Enviada às filiadas, esclarece que é preciso muito mais para o Estado voltar a crescer. “Sabemos que o assunto é delicado, mas não podemos permitir que mais vidas se percam em função da falta de recursos para saúde e segurança” destaca.

De acordo com o posicionamento, a Federasul destaca que “precisamos criar um ambiente mais propício à classe produtiva” e aponta como solução efetiva aos problemas “gestão e aumento de arrecadação”. Se para investimentos em infraestrutura são necessários recursos, diz a nota, liberar milhares de PPCI (Alvarás de Bombeiros) e licenças ambientais só precisa de vontade política e determinação.

Simone Leite enfatiza também que empreender no RS é mais que um desafio, porque além da alta carga tributária, da burocracia, da falta de infraestrutura, “ainda fomos surpreendidos com o aumento abrupto e abusivo de 30% na energia elétrica”.

Federasul acredita que o governo gaúcho deveria dar celeridade em processos burocráticos como viabilizar o aeroporto de Porto Alegre e a dragagem do porto de Rio Grande e finaliza a nota lembrando a urgência da necessidade de redução do tamanho do Estado, da privatização de empresas estatais, do fim de privilégios adquiridos por parte de alguns servidores públicos e de clareza de propósito dos governantes. “Não temos mais espaço para erros” conclui a presidente Simone Leite.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes