Contagem regressiva para o 11º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado

Evento acontece de 5 a 22 de setembro com opções de comida de rua, jantares harmonizados com chefs convidados, cursos e oficinas e atrações culturais gratuitas.

Em Setembro Gramado irá se transformar em um grande ponto de encontro para quem gosta de gastronomia e música. A partir de 5 de setembro, a cidade realiza mais uma edição do Festival de Cultura e Gastronomia com opções de comida de rua, jantares harmonizados com chefs convidados, cursos e oficinas e shows musicais gratuitos.

Em sua 11ª edição, o festival ganhou mais uma semana em 2019 e acontece até 22 de setembro. “A edição do ano passado foi tão bem sucedida que esse ano decidimos ampliar a programação aumentado a duração do festival em uma semana, assim vamos pegar os dois feriados importantes de setembro. Nossa expectativa é ainda maior para essa edição”, afirma Edson Néspolo, presidente da Gramadotur, autarquia responsável pela realização do festival ao lado da Associação Brasileiras de Bares e Restaurantes (ABRASEL) da Região das Hortênsias .
Entre as novidades deste ano, além de ampliação da programação, está a localização da Cozinha Experimental, espaço montado especialmente para receber todas as oficinas, concursos e workshops do festival. Em 2019, ela será instalada na Praça Major Nicoletti, ficando mais perto das bancas de comida de rua e aproximando o público da programação que é coordenada pelo SENAC - Gramado, parceiro do evento.

Os melhores e mais tradicionais restaurantes da cidade já estão confirmados, ao todo serão 21 estabelecimentos que irão oferecer pratos com valor único inspirados na gastronomia do Chile, país convidado desta edição. Participam: Josephina, Colosseo, Il Piacere, Casa Aveiro, Brûlée Bistrô, Bistrot Pastasciutta, Nonno Mio, Belle Vitrine, Malbec, Casa di Pietro, Pasteleiro, Nonno Mio Fast Gourmet, Boreal, San Tao, Simple, Vitobella, Cantina Pastasciutta, Esperienza Bistrot, Casa da Madre Gourmet, White Fly e Divino.
Cada um deles irá apresentar um prato inspirado na gastronomia do Chile, que, além de estar presente nas criações dos restaurantes da comida de rua, participa do evento com chefs convidados para os festins (disputados jantares e almoços harmonizados) e serve ainda de inspiração para o projeto cenográfico e de decoração do festival.
Ao todo desembarcam em Gramado nove chefs estrangeiros: Carlos Mardones do restaurante Macerado Viña Mar (Viña del Mar), Rodrigo Acuña do restaurante Milla Milla do VIK Retreats (San Vicente de Tagua Tagua), Federico Ziegler do Polvo Bar de Vinos (Santiago), Antônio Moreno do restaurante Puerto Claro (Valparaíso), Paula Baéz e Cristian Gómez do restaurante Tres Peces (Valparaíso), Giuliano Olmos do restaurante Domus Mare (Viña del Mar) e Nicolás Navarro do restaurante La Caleta (Maintecillo) e Jorge Ruiz.
Com uma reputação internacional, os vinhos chilenos também irão marcar presença em Gramado. Vinícolas reconhecidas do segmento deverão trazer para o evento seus melhores rótulos que estarão à disposição dos visitantes tanto nas bancas de comida de rua instaladas na Rua Pedro Benetti como na harmonização dos festins.