Moda masculina: Consultor de estilo João Freire fala sobre a ascensão do pijama e dá dicas de como levar a tendência do sleepwear para as ruas

"Acredito que o conforto e o bem estar viraram protagonistas com o isolamento social, mas isso não significa que você não pode estar bem vestido" afirma o expert em tendências que estudou em Nova York e já foi personal shopper da luxuosa Saks.

Os últimos meses afetaram as mais diversas áreas da sociedade. Com a moda, não seria diferente. Roupas desconfortáveis e extravagantes deram lugar ao conforto e bem estar e com isso, uma tendência que começou tímida há alguns anos atrás no guarda-roupa feminino, criou força total e invadiu o closet masculino também. A moda sleepwear promete levar os pijamas para as ruas e para ajudar a não perder a elegância, o consultor de estilo João Freire, que estudou em Nova York e já foi personal shopper da Saks, dá dicas de como adaptar o conforto ao estilo.
"Os pijamas invadiram as ruas há muitos anos - hoje acordamos bem vestidos, assim como vamos dormir. Os homens, principalmente no Brasil, são mais receosos a ousar e com os pijamas não seria diferente! Acho que o streetwear quebrou muitos paradigmas e fez com que outros perfis de homens se ligassem a moda de uma maneira original e sem rótulos", conta o jovem de 29 anos, que é referência quando o assunto é moda masculina. João foi eleito como um dos 25 homens mais bem vestidos do ano de 2019 pela revista GQ.

Democrático, mas com bom senso

De acordo com João, adaptar os pijamas ao dia a dia é uma opção super democrática para estar na moda, mas que assim como em qualquer produção, vale o bom senso: "Acredito que caia bem quem todos os tipos de corpo, mas vamos sempre usar o bom senso, esse é um fator primordial na hora de se vestir", e para isso, a dica do consultor é "evitar tecidos transparentes, que marcam gordurinhas ou até partes íntimas é um bom caminho".
Além disso, o fashionista garante que dá para combinar o sleepwear em qualquer ocasião, dependendo do restante do look escolhido. "Misturar uma peça de dormir com uma peça de sair é uma dica bacana - basta seguir uma boa combinação de cores e acertar no acessório" afirma, e completa dizendo que os conjuntinhos saíram de moda e que é hora de combinar outras peças: "O legal é misturar com o que você tem no armário - com um jeans, jaqueta ou até mesmo moletom".


Básico, porém clássico

Apesar de estar em alta, não é só pegar aquela camiseta antiguinha de algodão e torná-la roupa de sair. É necessário investir em bons cortes. De acordo com João, agora é a vez dos pijamas em alfaiataria, "aqueles bem clássicos e vintage, com botões, detalhes em evidência e até mesmo iniciais na parte de cima", dá a dica sobre personalização e completa "tecidos confortáveis e leves são sempre uma ótima pedida".
Para quem quer investir um pouco mais e não dispensa as melhores marcas, João finaliza recomendando uma de suas favoritas para sleepwear: "Adoro camisas de seda da Dolce & Gabbana que possuem totalmente o corte de pijama mas na verdade são peças incríveis para sair".



Saiba mais sobre João Freire:

Com apenas 29 anos, João Freire já se tornou um dos nomes queridinhos da moda e consultoria de imagem no Brasil. O paulista, que estudou em Nova York, com passagem como personal shopper da rede de lojas Saks Fifth Avenue, vem ganhando notoriedade em tudo que faz envolvendo luxo e bom gosto. Ele é empresário e influenciador digital, especialista em viagens, além de assinar uma coleção de joias para Marisa Clermann há seis anos, com peças usadas por nomes como Alok, Adriane Galisteu e Sabrina Sato. Apaixonado por viagens e um dos influenciadores mais procurados no assunto, João Freire já viajou mais de 22 países. Entre seus lugares favoritos ele destaca: Nova York, Florença, Paris e St. Barths.

Últimas